Matérias

Toxoplasmose e a importância do gato

A Toxoplasmose, mais conhecida como a doença do gato, ainda é muito mistificada no Brasil. Muitas pessoas acham que somente por ter contato direto com o animal já poderão “pegar” a doença, mas não é bem assim que acontece

01/08/2018 Artigos Caroline Pontalti

A toxoplasmose é causada por um parasita chamado Toxoplasma gondii. É uma protozoonose de grande interesse, pois pode provocar sérios danos aos fetos, tanto nos humanos como nos animais. O problema é que os únicos hospedeiros definitivos da doença são os felídeos, ou seja, apenas no gato o Toxoplasma pode “procriar” e disseminar suas formas infectantes, por isso que os gatos domésticos assumem importante papel na sua transmissão. A doença nos humanos é grave, principalmente quando acomete mulheres grávidas, pois o parasita pode atravessar a placenta e infectar o feto, causando má formação e até mesmo o aborto.

O gato adquire a Toxoplasmose através da ingestão de carne crua ou mal passada de outros animais que contenham cistos do parasita. Ao serem ingeridos pelo gato esses cistos eclodem e, então, os parasitas se multiplicam, eliminando ovos nas fezes dos felinos. Esses ovos necessitam de 1 a 5 dias no ambiente para se tornarem infectantes e transmitirem a doença. Além disso, os gatos irão eliminar esses ovos por um período de 15 dias e depois se tornarão resistentes e não eliminarão mais durante a vida.

Então, é muito importante salientar que as chances de adquirir toxoplasmose através de frutas e verduras mal lavadas, carne mal passada ou crua ou até mesmo pela água contaminada são muito maiores do que com o contato direto com os gatos.

A prevenção é relativamente simples e engloba mudanças de hábito no dia a dia. Se a pessoa for dona de gatos, é interessante que mexa na caixinha de areia sempre usando luvas. A limpeza da casa também é extremamente importante. Lavar as mãos antes das refeições e se preocupar com o preparo higiênico dos alimentos também são pontos importantes.

Evite, também, oferecer carne crua, legumes, frutas e vegetais que não foram higienizados adequadamente para os seus bichanos. As visitas periódicas ao veterinário ajudam no monitoramento dessa doença e de outras mais. Avalie bem os seus hábitos e não condene o seu bichinho de estimação como o grande vilão dessa história.

 

 

COMENTÁRIOS




Caieruff

O conteúdo das ofertas é de responsabilidade exclusiva de seus anunciantes.