Matérias

Parceiros de longa data

Adriano Ataíde tem há vinte anos um Maverick 1974 como seu fiel companheiro

01/05/2018 Inegociáveis Carolina Padilha Alves Tiago Sutil

Um Maverick canadense, motor V8 302, 197 cavalos. Esse é o carro que Adriano, atualmente com quarenta e um anos, guarda em sua garagem desde a juventude. Ele recorda que, logo quando o comprou aqui mesmo em Vacaria, passou noites em claro mexendo e arrumando o automóvel.

“Teve vezes que, mesmo ele estando na garagem de casa, eu preferia dormir dentro do carro, do que ir para minha cama. Ficava até a madrugada mexendo nas peças e por isso deitava ali mesmo para descansar”, relembra o proprietário.

Pelo fato de Adriano ter a profissão de mecânico, isso facilitou muito para que o Maverick fosse sendo modificado, até ficar do jeito que o dono queria na época. A pintura foi refeita três vezes, suspensão a ar colocada, o freio a tambor foi substituído pelo freio a disco na traseira, detalhes alterados no painel e interior, etc. As reformas foram todas feitas na garagem de casa, de modo rústico e artesanal.

“Na minha cabeça, quando eu tinha vinte anos, quanto mais eu mudasse coisas no veículo antigo, mais descolado ele ficaria. Conforme os anos foram passando, decidi ir voltando com ele para o original, o qual é um processo demorado”, explica Adriano.

Participando de vários encontros de carros antigos fora da cidade e levando alguns prêmios para casa, o Maverick foi um carro que enfrentou várias fases. Em alguns momentos, teve a tarefa de levar Adriano e seus familiares para todos os lugares, até mesmo em viagens para o litoral. Em outros momentos, ficou parado, sem funcionar por meses, até que Adriano pudesse retomar suas atividades com ele. “Manter um automóvel desse requer muito tempo e dinheiro. E hoje em dia é dificil conseguir ambas as coisas”, completa.

Ao sair pelas ruas, o Maverick normalmente recebe propostas para compra, porém o Inegociável promete ficar pra sempre na mão do atual dono.

“Quando comprei o carro, já sabia que ficaria com ele até o fim da vida. Não pretendo me desfazer dele, nem em caso de emergência”, finaliza Adriano.


 

COMENTÁRIOS



Últimas

Do lixo, o sustento Especiais

Higiene e limpeza Publieditoriais

Para todos os gostos Publieditoriais

Uma caminhada de sucesso Publieditoriais

Revista C20 de Julho Especiais



Caieruff

O conteúdo das ofertas é de responsabilidade exclusiva de seus anunciantes.