Matérias

Números e gestão

No dia 22 de Setembro é comemorado o Dia do Contador. Por isso, Cesar Aimi narra para a C20 um pouco da sua história e desafios no comando de um escritório de contabilidade

01/09/2017 Empreendedorismo Carolina Padilha Alves Bruna Bueno

Cesar Aimi se formou em Ciências Contábeis quando tinha apenas 20 anos, na Uniplac, em Lages/SC. Escolheu essa graduação porque acreditou que teria mais oportunidade no mercado de trabalho e poderia prestar inúmeros concursos públicos. No início de sua carreira, trabalhou como auxiliar de contador em uma empresa aqui em Vacaria. Mais tarde, passou no concurso do ICM, onde trabalhou por cinco anos.

Com o passar do tempo, César sentiu a necessidade de ter o seu próprio negócio. Foi então que, no ano de 1996, abriu a Patrimônio Contabilidade. “Noto que, para algumas profissões, é mais fácil abrir um escritório, pois uma sala comercial e um computador são  suficientes para o trabalho. Porém, para abrir um escritório de contabilidade é preciso ter equipamentos adequados, bons programas de computador, pessoal treinado para os departamentos e, claro, um espaço físico que agregue tudo isso”, comenta César.

A contabilidade é um setor que sofreu mudanças acentuadas de uns anos para cá. Os profissionais da área que eram conhecidos como “guarda livros”, hoje são favorecidos com a tecnologia, que facilitou todos os trâmites e diminuiu o volume de arquivos físicos. “Como tudo na vida, há vantagens e desvantagens dessa evolução toda. Uma coisa boa é que não temos mais o serviço braçal. Não precisamos ir várias vezes em repartições públicas e empresas, pois hoje é tudo eletrônico. A parte ruim é o investimento altíssimo que se faz necessário para abrir e manter o escritório”, esclarece o contador.

Para fidelizar seus clientes, César aposta na proximidade com cada um deles e principalmente, na qualidade dos serviços prestados. “Hoje as pessoas gostam de atenção, de olhar no olho, conversar sobre o que está acontecendo e tirar suas dúvidas. Não basta apenas entender de contabilidade, é preciso manter canais diretos de comunicação com o cliente”, declara.

César, que também foi Presidente do Sindicato dos Contabilistas de Vacaria por cinco anos, é um empreendedor de sucesso, que se adequa as novidades do mercado e nunca para no tempo.

 

COMENTÁRIOS



Últimas

Mais fortes que o câncer Especiais

Edson Benedet Publieditoriais

Talento nato Artistas

Casa Blanca Publieditoriais

Expedição: Hungria Expedição



Caieruff

O conteúdo das ofertas é de responsabilidade exclusiva de seus anunciantes.