Matérias

Um pai que também é mãe

Após 21 anos de casado, Júlio perdeu sua esposa e
mãe de seus três filhos devido a um câncer de mama

10/05/2017 Especiais Carol Padilha e Matheus Huff Bruna Bueno

Após 21 anos de casado, Júlio perdeu sua esposa e mãe de seus três filhos devido a um câncer de mama. Amanda, a mais nova, com apenas quatro anos na época, foi quem menos teve consciência do que havia acontecido, entretanto, a que estava destinada a viver mais tempo de sua vida sem a presença materna.

Desde o nascimento da primeira criança, esse pai dedicado dividia as tarefas com a esposa, trocando as fraldas, alimentando e levando os filhos à escola. No momento em que a doença da esposa se agravou, Júlio estava prestes a se aposentar do exército, o que possibilitou um tempo exclusivo para a família.

Nunca tive problema em conversar sobre sexo, drogas ou qualquer outro assunto que surgisse”

As mães, na maioria das vezes, são responsáveis por falar sobre assuntos delicados com as filhas, que se sentem mais à vontade para tirar suas dúvidas, principalmente na adolescência. Nesse caso, as conversas tiveram que ser de pai para filha. “Nunca tive problema em conversar sobre sexo, drogas ou qualquer outro assunto que surgisse. O diálogo sempre foi um ponto forte aqui em casa”, conta Júlio.

Com dois filhos formados e a mais nova na faculdade, esse paizão (e mãezona) fez tudo o que estava ao seu alcance para oferecer um lar cheio de carinho e atenção aos filhos.

-
Apoiam esta seção: Relojoaria Ziegler, Cor e Cia, Móveis Foscarini, Mundo do Caminhão e Ivocar Multimarcas

COMENTÁRIOS



Últimas

Mais fortes que o câncer Especiais

Edson Benedet Publieditoriais

Talento nato Artistas

Casa Blanca Publieditoriais

Expedição: Hungria Expedição



Caieruff

O conteúdo das ofertas é de responsabilidade exclusiva de seus anunciantes.