Matérias

Hipertermia canina

Com o verão chegando os pets precisam de cuidados especiais para não sofrerem com o calor

01/11/2017 Artigos Caroline Pontalti

A hipertermia é caracterizada pela elevação excessiva da temperatura corporal dos cães, mas cuidado ela pode levar a óbito! Cães muito peludos, obesos e braquicefálicos (cachorros de focinho achatado como os Pugs, Lhasa Apso, Shitzu,Buldogue, entre outros) são os mais acometidos por esse quadro. Por isso a importância do conhecimento, a fim de se evitar ou pelo menos saber como intervir até o atendimento veterinário.

A hipertermia pode ser causada por exposição ao calor excessivo, incluindo secador muito quente durante o banho, excesso de exercícios físicos e até a idade avançada. O cachorro pode apresentar fraqueza, ficar ofegante, a língua fica muito vermelha, salivação excessiva e o corpo muito quente. Outros sintomas são o andar cambaleante, confusão mental, convulsão e até parada cardiorrespiratória.

Você pode ajudar seu cachorrinho colocando ele num local fresco e ventilado, passando uma toalha molhada por todo o seu corpo, oferecendo água, mas em pequenas quantidades para que ele não vomite, evite oferecer alimentos até que ele esteja bem e, claro, procure um médico veterinário o quanto antes.

Importante lembrar: jamais deixe um cachorro fechado no carro, nem que seja por alguns minutos,principalmente em dias muito ensolarados ou muito secos.

Caroline Pontalti Trevisan - proprietária da Toca das Patas

 

COMENTÁRIOS




Caieruff

O conteúdo das ofertas é de responsabilidade exclusiva de seus anunciantes.