Matérias

Erlichiose canina, a doença do carrapato

Erliquiose é uma das principais doenças infecto-contagiosas, causada por um hemoparasita da ordem Rickettsiales e do gênero Ehrlichia spp., são parasitas intracelulares obrigatórios, sendo que a principal espécie que acomete os cães é a Ehrlichia canis. Se não tratada adequadamente pode ser potencialmente severa.

01/11/2018 Artigos Caroline Pontalti

É comum confundir os sintomas da doença do carrapato com os sintomas de outras doenças, por isso é sempre importante consultar um veterinário assim que seu cachorro se mostrar apático, triste, prostrado e diferente do normal.

Pode afetar cães em qualquer idade ou sexo, a doença é transmitida de um cão contaminado para um cão sadio através do carrapato. O principal vetor é o carrapato marrom (Rhipicephalus sanguineus).

Após a picada pelo carrapato infectado, o período de incubação varia de 7 a 21 dias. Os proprietários mais desatentos podem não perceber o início da doença. A recuperação do animal vai depender da precocidade do diagnóstico, do quadro dos sintomas e a fase em que o animal se encontra no início do tratamento.

Os sinais clínicos são variáveis e dependem em que estágio da doença o cachorro se encontra. O cachorro pode apresentar  falta de apetite, perda de peso, febre frequente, secreções ou hemorragias no nariz, dificuldade para respirar ou respiração intensa, edema pelo corpo,  hematomas na pele, entre outros.

A Erliquiose é tratável em qualquer fase. O tratamento é feito à base de medicamentos, sobretudo os antibióticos. Por vezes é necessária a complementação do tratamento com soro ou transfusão de sangue, dependendo do estado do animal. Ao notar qualquer sinal de anormalidade no seu cachorro procure seu Médico Veterinário imediatamente, quando diagnosticada no início maior a chance do seu pet se recuperar!

 

 

 

COMENTÁRIOS




Caieruff

O conteúdo das ofertas é de responsabilidade exclusiva de seus anunciantes.