Matérias

Como está a saúde bucal do seu pet ?

Dentre todas as doenças que afetam cães, a doença periodontal é a mais comum entre elas

01/03/2018 Artigos Caroline Pontalti

Estudos mostram que 85% dos animais irão desenvolver esta doença na vida adulta e, como não temos o hábito de olhar os dentes dos nossos pets, acaba passando despercebida.  

A doença periodontal é caracterizada pela inflamação da gengiva e pela destruição dos tecidos de sustentação do dente (periodontite), causada por uma placa bacteriana, presente na cavidade oral dos animais, consequente à falta de higienização (formação de tártaro) e profilaxias profissionais regulares.

A placa bacteriana é um aglomerado de bactérias que se adere à superfície dos dentes junto com alguns componentes da saliva. Há bactérias por toda a superfície dentária, mas o lugar predileto delas é no sulco gengival – o espaço entre o dente e a gengiva -, onde a limpeza natural pela saliva, língua, e abrasão dos alimentos duros, não é eficiente. As bactérias se organizam na forma de placa bacteriana muito rapidamente: o processo todo leva apenas 24 a 48 horas!

A presença de placa bacteriana no sulco gengival causa gengivite, que é a inflamação das gengivas. A gengivite pode ser curada se for feita a remoção das placas bacterianas no tempo certo. Por outro lado, se a placa não for removida, a gengivite evolui para a doença periodontal, que não tem cura. Na doença periodontal, não apenas a gengiva é afetada, mas também os ligamentos que mantêm os dentes no lugar, e o próprio osso abaixo deles.

Cães com doença periodontal têm mau hálito, dor de dente, e podem até mesmo perder um ou mais dentes por conta disso. A dor pode impedir o animal de se alimentar, e, em alguns casos, torná-lo agressivo.

Além dos danos na cavidade oral pode também causar distúrbios sistêmicos como endocardite bacteriana, alterações em fígado, rins, articulações, meninges, pulmões pelo efeito sistêmico, bactérias da placa bacteriana, bem como seus subprodutos e toxinas, podem ganhar a corrente sanguínea e atingir o organismo como um todo.

Leve seu pet regularmente ao veterinário para avaliação odontológica, ele é o profissional apto a te orientar e recomendar o melhor tratamento para o seu amigo. Além disso, no mercado pet existem diversos produtos para higienização oral dos cães e gatos, como escovas dentárias, creme dental, petiscos que diminuem o hálito, entre outros.

Caroline Pontalti - proprietária da Toca das Patas.

 

COMENTÁRIOS



Últimas

Do lixo, o sustento Especiais

Só a foto retém o tempo Empreendedorismo

Higiene e limpeza Publieditoriais

Para todos os gostos Publieditoriais

Uma caminhada de sucesso Publieditoriais



Caieruff

O conteúdo das ofertas é de responsabilidade exclusiva de seus anunciantes.