Matérias

Azulejou

De figura indispensável na decoração dos anos 70, o azulejo foi perdendo espaço para o minimalismo clean. Mas ele está de volta: novas cores e estampas, os azulejos dão personalidade e tornam o ambiente mais divertido

25/03/2015 Artigos

Herança de nossos colonizadores, a azulejaria é uma arte decorativa clássica utilizada pelos portugueses há pelo menos 5 séculos. A partir do século XVII, após navegarem pelo Oriente, os portugueses trouxeram a louça chinesa azul e branca que inspirou o que hoje conhecemos como azulejaria portuguesa. Porém, foram os árabes os responsáveis por explorar esta arte em seu melhor nível e levá-la para a Europa.

No Brasil, o uso de azulejos foi amplamente difundido na arquitetura devido a suas qualidades impermeabilizantes e ao baixo custo de implementação. Em contato com talentosos arquitetos brasileiros, como Athos Bulcão, a azulejaria adotou cores mais vibrantes, relevos, temas naturais e ganhou novo conceito.

Ao contrário do que se imagina, a palavra azulejo não vem da cor azul utilizada nos revestimentos cerâmicos portugueses, e sim da palavra árabe azzelij, que significa "pequena pedra polida”

Pintados à mão e utilizados no revestimento decorativo de edifícios nobres da antiga Portugal, o azulejo perdeu força e a partir dos anos 80, quando passou a ser exclusividade das áreas molhadas. Agora, numa onda retrô, cerâmicas nacionais lançam belíssimas coleções e os arquitetos usam cada vez mais da criatividade para aplicá-los por todos os cômodos.

Identificou-se com o estilo? É possível utilizar o azulejo de diversas formas, basta que se tenha ousadia e bom gosto.

Referências: Revista ARQ&Design / Blog As Arquitetas / Revista Cliche (texto de Bruna Bonifacio) / Arquiteto&Cia (texto de Caterine Cabral) / Bula da Arquitetura e da Decoração.

COMENTÁRIOS



Últimas

Mais fortes que o câncer Especiais

Edson Benedet Publieditoriais

Talento nato Artistas

Casa Blanca Publieditoriais

Expedição: Hungria Expedição



Caieruff

O conteúdo das ofertas é de responsabilidade exclusiva de seus anunciantes.